Características de um bom gestor de projetos

Nesse post vamos comentar as principais características que um gestor de projetos deve ter para liderar, da melhor forma possível, equipes de desenvolvimento dentro de uma organização.

A posição de um gestor de projetos dentro de organização é bastante estratégica. Seu principal papel é o de gerenciar o capital humano da organização, de forma que todos os esforços sejam devidamente direcionados para cumprir os objetivos de um projeto.

O capital humano é o maior patrimônio de qualquer empresa.

Dentre as habilidades de um bom gestor de projetos, podemos destacar que existem as habilidades técnicas e as habilidades não técnicas. Dentre as habilidades técnicas estão os conhecimentos adquiridos em sua área de aplicação, ou seja, é muito importante que um gerente de projetos de TI tenha bons conhecimentos em TI. É importante, também, que o gestor de projetos possua conhecimentos em gerenciamento geral, como contratos, contabilidade, governança, entre outros.

Embora as habilidades técnicas sejam essenciais a qualquer profissional de projetos, elas não fazem, por si só, um bom gestor.

A afirmativa anterior merece uma especial atenção pois, gerir um projeto não se resume à conduzir bem tecnicamente seu planejamento e execução. Envolve interagir intensamente com pessoas. Nesse contexto, é importante que o gestor de projetos apresente habilidades não técnicas, denominadas de soft skills.

 As soft skills de um gestor fazem dele um profissional de projetos completo, unindo sua capacidade técnica de encontrar uma solução junto à sua equipe com sua capacidade de liderar essa equipe para um objetivo em comum.

As principais soft skills de um gestor de projetos são as seguintes:

  • Comunicação eficaz:
    • um bom gestor de projetos investe 90% do seu tempo em comunicação;
    • é um distribuidor de informações (verbal, escrita, formal e informal) visando sempre atender às expectativas dos diversos stakeholders do projeto.
  • Influência na organização:
    • como integrador, a principal função do gestor de projetos é integrar todos os pedaços de um projeto em uma unidade coesa;
    • é essencial que ele tenha influência na organização para exercer esse papel de integrador.
  • Liderança:
    • o gestor é uma referência da equipe e do cliente e não um obstáculo.
  • Motivação:
    • é um profissional auto-motivado (pró-ativo) e que motiva os demais integrantes da equipe, valorizando as qualidades individuais e apontando as melhorias necessárias.
  • Negociação e gerenciamento de conflitos:
    • o gestor atua de forma ativa nas principais fontes de conflito de um projeto (cronograma, prioridades, recursos e opiniões técnicas), de forma a resolvê-las.
  • Resolução de conflitos:
    • atua como facilitador, eliminando os problemas e conflitos que surgem no decorrer de um projeto.

Concluindo, um gestor de projetos não se torna um bom profissional apenas pelas suas habilidades técnicas em sua área de aplicação, fato comum em diversas organizações. Para garantir o sucesso da gestão do projeto, é necessário observar as habilidades não técnicas do gestor, para ver se ele será capaz de liderar a equipe sob sua responsabilidade.

[1] A Guide to the Project Management Body of Knowledge (PMBOK Guide), 4ª Edição;
[2] Cagle R. B. Your succeful project management carrer, New York: Amacom 2005.

Autores deste artigo






Deixe seu comentário sobre o artigo